A importância dos ministérios na igreja

Presentes em todas as igrejas, os ministérios são de extrema importância para as instituições religiosas. Pois reforçam o cuidado para com os membros e a formação de laços de amizade entre eles.

Em seu sentido geral, a palavra “Ministério” é conhecida por fazer referência à forma de organização do governo, mas na linguagem cristã o termo faz referência à um determinado segmento da igreja. Ou seja, grupos formados que compartilham da mesma crença.

Em uma igreja, podemos encontrar o ministério de louvor, de dança, de teatro, ministério infantil, ministério de missões e ações sociais e etc. podendo variar de acordo com a denominação de cada igreja.

Mas o que significa um Ministério na Bíblia?

Na Bíblia encontramos a palavra aplicada aos vários serviços especiais designados por Deus aos seus servos. Como por exemplo: o ministério dos levitas, dos sacerdotes, dos profetas, dos apóstolos, etc. (2 Cr 6.32; At 1.25).

Jesus Cristo também tinha seu ministério:

‘Ora, tinha Jesus cerca de trinta anos ao começar o seu ministério’….”Lucas 3.23

Do ponto de vista cristão, o maior ministério que já existiu com certeza é o de Cristo. Dessa forma, vemos pastores e líderes incentivando os membros a participarem de ministérios, pois significa trabalhar para Jesus e para Deus, seja em qual área for.

Afinal, por que os ministérios na igreja são tão importantes?

Podemos dizer que é pela finalidade de organizar as igrejas que um ministério se torna tão importante. Assim, todo grupo formado pela igreja se torna essencial para o desenvolvimento da comunidade como corpo de Cristo. Contribuindo no amor para com o outro, paciência e serviço, ajudando cada pessoa a ter amadurecimento espiritual.

Assim como nosso corpo possui diversas partes e cada uma com uma função diferente e essencial para a vida, a igreja também precisa de membros diferentes, cada um com seus dons e talentos. Mas para que tudo funcione normalmente, é necessário que todas as partes trabalhem juntas e em harmonia.

Cada ministério possui o mesmo objetivo na igreja, mas com papéis diferentes, sendo cada um com uma atividade.

Quando devo entrar em um grupo na igreja?

Os ministérios são ótimos para a comunidade cristã por proporcionar amizades e envolvimento pessoal com o Reino de Deus. Quando estamos em uma igreja, devemos sim, nos envolver nesses grupos para crescermos espiritualmente e nos aperfeiçoarmos no serviço de Deus.

Não existe um momento certo para uma pessoa fazer parte de um ministério e não devemos pensar que é uma obrigação está inserido em um. Devemos nos envolver para louvor e honra de Deus para que possamos ser influenciadores de Cristo, não só onde congregamos, mas aonde quer que formos.

Estar em grupo na igreja é sempre muito bom. Primeiramente você precisa encontrar um no qual se encaixe e que você possa praticar os dons e talentos que Deus te deu. Se ainda não descobriu quais são seus dons e talentos, não tem problema. Talvez, fazendo parte de algum ministério, você entenderá o que Deus te criou para ser.

Queremos ressaltar o quanto um ministério é importante pela capacidade de formar laços com aqueles que possuem a mesma visão que você. Além de ficar muito mais fácil conhecer mais as pessoas através da mesma área de atuação.

Os ministérios podem ser primordiais para a saúde mental por proporcionar momentos de comunhão. Nas fases difíceis da vida, ter alguém para compartilhar momentos e caminhar ao lado é fundamental, especialmente para não se sentir sozinho e se alegrar com os irmãos.

A importância do ministério é bíblica. Paulo nos fala sobre o trabalho na igreja:

Agora me alegro em meus sofrimentos por vocês, e completo no meu corpo o que resta das aflições de Cristo, em favor do seu corpo, que é a igreja. Dela me tornei ministro de acordo com a responsabilidade por Deus a mim atribuída de apresentar-lhes plenamente a palavra de Deus, Colossenses 1:24,25

A preocupação de paulo era despertar mais pessoas  para anunciar ao mundo a salvação na pessoa de Jesus: a formação de novos ministros é evidente em todas as suas cartas e, por fim, Paulo se declara “ministro de Jesus Cristo”

Que fique claro que o ministério é antes de tudo, colocado para servir a comunidade com humildade. Daí a sua importância. Cada membro atua não só para fortalecer seus grupos, mas para o desenvolvimento da igreja em si, e mais importante para a propagação do Evangelho.

Hilda Ribeiro
Hilda Ribeiro
Artigos: 143

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *