Voluntários cansados: 3 princípios para não sobrecarregá-los

Todos nós somos chamados para servir. Deus deseja que sejamos voluntários, pois nos abençoou com dons e talentos para servir os outros, mas infelizmente a religiosidade nos faz acreditar que ser espiritual é nos sobrecarregarmos de muitas tarefas da igreja.

“Se o seu dom é servir, sirva; se é ensinar, ensine; se é dar ânimo, que assim faça; se é contribuir, que contribua generosamente; se é exercer liderança, que a exerça com zelo; se é mostrar misericórdia, que o faça com alegria”.

Romanos 12:7-8

Isso significa que cada um de nós temos dons que servem para a edificação do corpo de Cristo que é a igreja. E como há muito trabalho a ser feito nas igrejas, não é difícil ver muitos ministérios com pessoas sobrecarregadas.

Diante de tanto a se fazer, é meio difícil saber o quanto deve-se solicitar dos liderados. O envolvimento ou responsabilidades às vezes são tantos, que acabam nos fazendo refletir se estamos realmente adorando a Deus ou seguindo protocolos.

Acabamos confundindo o servir a Deus, com o servir à igreja em si. (ou seja, a denominação) Essa falta de entendimento acaba nos atrapalhando de exercermos o nosso verdadeiro chamado.

O papel dos líderes é encorajar e desenvolver o povo de Deus para o serviço e isso é vital para a saúde da igreja, mas quando há tanto para ser feito, até que ponto podemos desenvolver voluntários sem sobrecarregá-los?

Veremos três princípios bíblicos de como poderemos liderar sem sobrecarregar:

Discernimento

“O coração do que tem discernimento adquire conhecimento; os ouvidos dos sábios saem à sua procura”.

Provérbios 18:15

Encorajar o povo de Deus é fundamental para o serviço da igreja. Mas devemos tomar cuidado na hora de delegar várias tarefas a uma única pessoa. Provavelmente, ela não irá dar conta de tudo.  Lembre-se que o maior sacrifício que Deus quer de cada um de nós, com certeza, é a obediência. (Mateus 9:13)

Maturidade

Cresçam, porém, na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A ele seja a glória, agora e para sempre! Amém.

2 Pedro 3:18

Desenvolver discípulos leva tempo. À medida que os membros amadurecem, cresce a compreensão da importância em colaborar. Não espere significativas colaborações em curto tempo, Tenha maturidade para saber lidar com o desenvolvimento e crescimento dos membros de forma gradual.

Servir a Deus é glorificá-lo

“Nunca lhes falte o zelo, sejam fervorosos no espírito, sirvam ao Senhor”.

Romanos 12:11

Considere o número de tarefas que seus membros estão tendo. Isso o tem afastado ou os aproximado de Jesus? Lembre que mais importante do que dar cargos na igreja para as pessoas, é se preocupar com a vida espiritual delas.

Líderes de igrejas, precisam investir em seus liderados para as igrejas crescerem, mas isso não significa que é necessário sobrecarregar nossas congregações.

Se o trabalho não vai muito bem, isso reflete uma liderança sem propósitos.

Você conhece o enuves? Somos uma plataforma de gestão de igrejas oferecendo soluções para todos os setores da sua igreja. Nossa plataforma é extremamente completa, do financeiro, ao cadastro de membros, até o controle de patrimônio, site, aplicativo e muitos outros recursos exclusivos para a comunicação da sua igreja.

Se você ainda não conhece o Enuves Sistema e App para Igreja,  Clique aqui e saiba mais.

Convidamos você a cadastrar sua igreja gratuitamente e já começar a desfrutar de todas as nossas funcionalidades.

Hilda Ribeiro
Hilda Ribeiro
Artigos: 143

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *